Povos Antigos

Wednesday, January 04, 2006

A Pré-História

O surgimento do Universo data de 14 bilhões de anos, porém os astrônomos procuram provar que há 18 bilhões de anos começou uma grande expansão do Universo, uma explosão, daí o nome Big Bang. Contudo a Terra “nasceu” há 4 (quatro) bilhões e 600 milhões de anos e se resfriou a aproximadamente 1 bilhão de anos.

Nessa época, os pesquisadores afirmam que o nosso planeta já tinha rochas, oceanos e chuvas e as primeiras formas de vida na terra eram muito simples, cogita-se que eram criaturas de uma única célula que se espalhavam pela lama e pelos mares há 3 (três) bilhões e 500 milhões de anos atrás.

Também há milhões de anos existiram animais e plantas que se tornaram fósseis, isto é, restos petrificados que foram cobertos por areia ou lama que foram trazidas pela água ou pelo vento e, hoje, são estudados pela paleontologia, por isso podemos saber sobre a evolução da Terra.

Durante a evolução da vida na Terra, as gerações de criaturas unicelulares foram se transformando em animais mais complexos e maiores. Há 600 milhões de anos, os oceanos já eram habitados por plantas e pequenos animais invertebrados, muito diferentes dos que existem hoje. Uma observação importante é que a maioria dos animais primitivos não existe mais, pois não conseguiram sobreviver por causa das mudanças climáticas, da disputa por comida e dos ataques de outros animais.

A Teoria da evolução das espécies do cientista inglês Charles Darwin (1809-1882) começa a explicar como surgiram tantos animais, vegetais, bem como outros seres vivos que existem e conclui que somos “parentes” dos macacos, porque temos um ancestral comum – que viveu há 7 (sete) milhões de anos.

Embora os primatas[1] tenham surgido há cerca de 32 milhões de anos, nos dias atuais, os macacos e os seres humanos são considerados primatas. Os antepassados dos últimos são chamados de hominídeos[2], que foram substituídos por hominídeos mais evoluídos. Um deles era o Homo habilis[3] que deu origem ao Homo erectus[4], que, pelas pesquisas, nos leva a concluir que ele controlava o fogo.

Seguindo a escala da evolução, temos o Homem de Neanderthal[5] que conviveu com outra espécie de hominídeo, o Homo sapiens[6]. O primeiro desapareceu, restando o segundo, que é a espécie a que nós pertencemos.

A primeira grande descoberta humana foi a criação de ferramentas[7] de pedras e ossos, depois a invenção do arco e da flecha. Podemos inferir que há uma priorização da caça, enquanto a família ainda não era monogâmica[8] e as mulheres não sabiam quem eram os pais dos filhos que elas geravam, as crianças eram criadas por todo o bando.

Outro dado que temos sobre o período em que o homem confeccionou as primeiras ferramentas é que se chamava Idade da Pedra, porém como as ferramentas eram feitas de outros materiais[9], acreditamos que o nome não seja tão correto.

Segundo as pesquisas, o Homo sapiens criava cabras e aproveitava o couro e o leite, depois também conviveu com outros animais[10]. A agricultura “fez” com que os bandos humanos que eram nômades[11] se tornassem sedentários[12], também modificou os hábitos dos homens de outrora[13], pois eles se dedicavam exclusivamente a caça e a coleta.

Mais tarde, aprenderam a pegar fibras de uma planta chamada linho e fazer redes de pesca, depois, com a delicadeza e o aperfeiçoamento, começaram a confeccionar os primeiros tecidos dessa planta e a seguir de algodão e lã.

As primeiras grandes civilizações surgiram na beira dos rios, pois eram fundamentais para a agricultura e foi na Mesopotâmia que surgiu uma grande invenção: o arado e se cultivava trigo e cevada. Na China, arroz e no México, milho.

Mas a grande invenção que, segundo alguns historiadores, marcou o fim da Pré-História, foi a invenção da escrita, mas outras invenções fazem parte da História, como o bronze[14], por exemplo, com ele eram confeccionados facas, espadas, capacetes, machados, escudos e pontas de lança, que em uma “guerra” eram armas que “venciam” as de osso, madeira ou pedra. O ferro, outra descoberta, no entanto, “levava” vantagem[15] em relação ao cobre.

A América também teve Pré-História, pois vários povos asiáticos passaram pela Sibéria[16], atravessaram o Estreito de Bering e pisaram onde hoje está o Alasca e algumas comunidades passaram a se organizar na América Central. No Piauí também foram encontrados vestígios da presença humana.

Essa é uma hipótese de vinda dos primeiros seres humanos para a América, mas não se descarta a possibilidade da vinda desses povos remando os seus barcos da Oceania e da Ásia, por enquanto só há hipóteses para a vinda dos primeiros povos para a América, bem como a escrita desse paper que se destina a escrever os fatos de grande relevância para a Pré e para a História que estavam contidos no livro abaixo citado.

[1] Mamíferos com capacidade de agarrar as coisas com a mão.
[2] Há dois milhões de anos havia três ou mais espécies de hominídeos.
[3] Do latim “homem habilidoso” – um hominídeo de cérebro um pouco maior que o do australopiteco e que já fabricava ferramentas.
[4] “Homem em pé” – tinha um cérebro maior e foram encontrados na Ásia e mais tarde na Europa.
[5] Tinha o cérebro e a aparência física parecida com a dos homens atuais.
[6] “Homem sábio” que surgiu na África a aproximadamente 200 mil anos.
[7] Facas, machados, pontas de lança, martelo, entre outras ferramentas.
[8] Família de uma só esposa.
[9] Madeira e osso.
[10] Cães, carneiros, touros, vacas, burros, entre outros animais.
[11] Nunca se fixavam muito tempo numa área.
[12] Fixavam-se num lugar para se dedicar à agricultura.
[13] Em outro tempo; antigamente.
[14] Mistura de cobre e estanho.
[15] Era resistente, flexível e mais leve.
[16] Rússia.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home